Tribo do C.I.

Só mais um blog de informática (só que não)

Análise “profunda” sobre Redes sociais

janeiro 10th, 2011

Como já disse no Podcast, e em outros posts, eu comecei a usar todas as minhas redes sociais com mais frequência em 2010, mesmo tendo criado algumas antes. Recetemente o orkut vem cada vez mais se tornando “Facebook-like” com seu novo visual, mas utilizando essas três redes sociais, eu tive um feeling de semelhança em algumas delas.

É óbvio que existem semelhanças, parece ser idiota quando eu falo isso, mas o que eu notei é que, nós expressamos os mesmos sentimentos fazendo coisas diferentes, em redes sociais diferentes. Veja só:

  • Ao retuitar, no Twitter, você expressa o mesmo sentimento que o Curtir, no Facebook, mas no orkut ainda não tem nada que expresse esse sentimento ainda.
  • Quando você curte uma página, tipo a da Tribo do CI, ou a do Mark Zuckerberg, ou a do Senhor dos Anéis, ou qualquer outra, você expressa o mesmo sentimento de seguir no twitter, essa pessoa/instituição da qual é a página. Esse sentimento ainda não existe no Orkut.
  • No novo Orkut, ao mudar sua frase do perfil as pessoas podem comentar, ou simplesmente ler. Seria o mesmo sentimento de tuitar, ou mudar o status no facebook. O ato de comentar existe no facebook, da mesma forma, e no twitter, quando você dá um reply para a pessoa.

Coisas que tem um propósito na teoria e outro na prática:

  • As Comunidades de orkut foram criadas para reunir pessoas com o mesmo gosto, a ponto de trocar informações umas com as outras. Deveria ser algo que substituísse ou complementasse os fóruns na internet, como o GUJ. Mas na prática, as comunidades servem apenas para definir o perfil da pessoa, como: “Te esqueço ou te espero?”, “Tem comida? me convida!!!”, “Dou tanta risada que até choro”, “Eu amo dormir com chuva”, “Adoro Salto alto” etc….
  • O mural do facebook não é uma página de recados. Isso é uma confusão muito comum entre ex-orkuteiros. Para comunicar-se diretamente com a pessoa existem as mensagens, que podem ser acessadas no menu lateral esquerdo da sua página inicial. O mural, como o próprio nome sugere, é um espaço para discussão aberta, um tópico que você queira a opinião de todos, por isso os comentários seguem como tópicos de fórum, com botões de curtir (para mostrar que você concordou com a opinião de alguém).
  • Falando em mensagem, isso foi uma coisa  extinta no orkut, por falta de uso (pois todo mundo usa os recados). Essa opção exprime o mesmo sentimento das mensagens no facebook e das DM’s no twitter.
  • Como falei em erro, um erro fatal cometido pelos orkuteiros é chamar o Gtalk de “msn do orkut”. Não tem muito a ver com o assunto, mas gostaria de deixar marcado minha ira quanto a isso.

Minhas sugestões em relação aos tópicos acima (em ordem):

  • Como as comunidades definem melhor o perfil de uma pessoa, que o próprio perfil, uma boa seria listar as comunidades no “Quem sou eu” do perfil da pessoa no orkut. Assim ligaria as comunidades ao seu verdadeiro uso no orkut.
  • Para conversas paralelas, não use o mural. isso é feio. As mensagens estão bem ali, ao lado, dica: Funcionam perfeitamente.
  • Mensagens, DM’s (Direct Messages), Recadinho privado no orkut, reply ou qualquer coisa… DICA:  Mande e-mail! Melhor forma, mais eficiente e confiável de se comunicar diretamente com uma pessoa.
  • O Gtalk é o protocolo de mensagem instantânea do Google. Na prática ele seria o “Msn do google” pois o Gtalk está para o Google assim como o msn está para a Microsoft. Porém o Gtalk só foi embutido no orkut porque o Facebook tem seu programinha de comunicação instantânea, e o google quiz assimilar as redes sociais nesse quesito, por isso o Gtalk hoje funciona como um “Msn do orkut”, mas por favor, não seja superficial, o Gtalk existia bem antes de entrar no facebook, e tem várias vantagens sobre o msn. (Baixe o Gtalk Desktop)

PS: Esse post é uma analise da minha experiência com as redes sociais. É apenas um ponto de vista e está aberto à discussão! O post ficou grande mas vale a pena ler. Caso eu note alguma semelhança a mais, ou as pessoas me indicarem, farei uma versão 2 deste post.

Até logo.

Sobre Sheldon Led:
Desenvolvedor e palestrante desde 2009. Já trabalhou com sistemas legados e software de gestão, mas hoje atua somente com web. Já participou do desenvolvimento de alguns portais governamentais e sites utilizando a plataforma Joomla e WordPress. Apesar de ser um desenvolvedor full-stack, tem focado seus estudos em tecnologias front-end e busca apoiar e colaborar em projetos envolvendo Software Livre, seja em eventos, material para estudo ou contribuição de código.

Tribo do C.I.

Tribo do C.I.

Só mais um blog de informática (só que não)