Tribo do C.I.

Só mais um blog de informática (só que não)

e2fsck returned with 4 no Fedora

outubro 22nd, 2012

O Fedora é louco! Direto dá uns pau sem noção e você fica até sem entender. Tirando isso é a melhor distribuição para o usuário final, na minha opinião. Bem, em um desses pau muito louco, quando você liga o computador, o Fedora inicia com um erro chamado: E2FSCK RETURNED WITH 4. Simplesmente ele te ‘empurra’ para o shell esperando que você o concerte.

Resolvendo o problema:

1- digite o comando: blkid

2-O shell irá listar para você os blocos dos sistemas de arquivos.

3-Veja qual é o caminho para o Logical Volume “_Fedora-X-XXX-“. Geralmente o caminho é este: /dev/mapper/vg-lv_root

4-Agora é só recuperar o sistema com o comando: fsck -yf /dev/mapper/vg-lv_root

Pronto, agora é só reinciar o computador e ver se deu certo. Se não, tente rodar o comando fsck na partição em que está instalado o Fedora. Tipo assim: fsck /dev/XXXX

Ah, se o seu sistema continuar dando problemas periodicamente com as partições ou sistemas de arquivos, é melhor dar uma verificada se o seu Hd não está danificado, hein… 😉

VirtualBox não abre no meu linux, e agora?

outubro 19th, 2012

Esses dias eu tentei abrir o Virtualbox no Linux e me deparei com um erro que dizia mais ou menos isso:

# VirtualBox
VirtualBox: supR3HardenedMainGetTrustedMain: dlopen(“/usr/lib/virtualbox/VirtualBox.so”,) failed: /lib/libQtOpenGL.so.4: undefined symbol: _ZNK14QWidgetPrivate17hasHeightForWidthEv

Resolvendo o problema:

1- Pode ser problemas de permissões no arquivo Virtualbox.so. Tente alterar as permissões que na maioria das vezes já resolve o problema. O arquivo fica na pasta: /usr/lib/virtualbox/

2- Se você usa um eToken, e o instalou no seu Linux, talvez ele crie alguns links do libQt na sua pasta de bibliotecas. Remova os links e tente abrir novamente o VirtualBox.
Geralmente os links simbólicos são criados na pasta: /usr/lib/eToken/

3- Se nenhuma das opções acima funcionou, tente resolver o problema reinstalando o Virtualbox e/ou o qt-x11.

😉

A vida sem o ambiente gráfico – Chat.

junho 20th, 2012

Hoje em dia a vida é uma maravilha com esses visuais estupendos que vemos  por ai, não é? Mas nesse post veremos o outro lado da moeda,  o lado sem os gráficos bonitinhos, o lado negro e “sem cor” do Linux.

Mas pra quê, né!? Bem, nunca se sabe o dia de amanhã. Imagine se você quer montar um servidor de arquivos, que seja, mas está sem grana para isso. Ou simplesmente por querer mostrar para os seus amigos que você não depende da parte gráfica do Linux. Na verdade, verdade mesmo, existem várias desculpas para se usar isso hoje em dia. Vamos lá, então?

Tribo do C.I.

Tribo do C.I.

Só mais um blog de informática (só que não)