Tribo do C.I.

Só mais um blog de informática (só que não)

Tegranote: Grandiente lança o Tablet de 7” Android mais rápido do Mundo!

fevereiro 21st, 2014

tegranote-gradiente-nvidiaEm parceria com a NVIDIA a Gradiente lança o TegraNote (TB750) que promete ser o Tablet Android de 7” mais rápido do mundo!

Já disponível para venda em pré venda por R$ 999,00, o aparelho vem equipado com um processador NVidia Tegra 4, Quad-Core 1.8GHz que possui uma poderosa GPU de 72 núcleos além de 1 Giga de RAM para fazer jus ao título.

A Bateria também se destaca com 10 horas de autonomia tocando um vídeo (HD), aproveito também pra dizer das tela com resolução de  1280×800 (ainda sobram 80 linhas pra um vídeo HD 😉 ), ou seja, ponto pra densidade de pixels da tela capacitiva com 10 pontos simultâneos, um prato cheio para gamers.

Saiba mais e compre o seu no próprio site da Gradiente: http://www.gradiente.com.br/tegranote

Review: Samsung Chrome Book Primeiro Modelo Lançado no Brasil

fevereiro 12th, 2014

IMG_0511

Hoje (12/02/2014) a Samsung lança o seu primeiro modelo de Chrome Book no Brasil e a Tribo do C.I. teve acesso exclusivo de um e aqui falaremos nossas quais foram nossas primeiras impressões desse aparelho que veio com custo relativamente baixo para o Brasil, saindo por apenas R$ 1.099,00 e estará disponível para compra nas lojas exclusivas da Samsung somente a partir do dia 15/02/2014 e ainda sem data de lançamento em outras lojas.

Desde o lançamento do Google Chrome Pixel, eu tinha muita vontade de ver um aparelho dessa, pois o que mais me entusiasmava era a tela com uma densidade de pixel muito boa, o que torna a experiência de consumo de mídia como filmes muito agradável, esse foi o primeiro quesito que eu analisei, e o modelo da Samsung lançou no Brasil cumpre bem o seu papel, densidade de pixel, semelhante as telas dos Macbooks, não dos retinas, que né, também nem tanto. A tela vem com uma resolução de 1366×768, ou seja, você conseguirá ver os seus filmes em HD e ainda estará sobrando pixel.IMG_0516

O acabamento também cumpre o seu papel, da pra comparar com os ultrabooks da própria samsung segue a mesma seguindo a mesma proposta visual.

IMG_0515

Compacto e leve, com tela de 11.6 polegadas, e espessura de apenas 1.75 cm e pesando somente 1.1 kg.

IMG_0514

Tem pouco espaço de armazenamento interno apenas 16 Giga, mais em compensação você ganha 100 Giga no Google Drive, por 2 anos.

IMG_0513

O teclado também é comportável, as teclas são espaçosas, e da pra digitar tranquilamente, uma reclamação comum nos netbooks.IMG_0512

O Modelo lançado no brasil embora tenha o Slot para o chip de dados, vem somente  com Wifi, o modelo com 3G seria muito caro no Brasil, o que tornaria um preço impeditivo pra adesão do model no país..

IMG_0510

A bateria dura 6 horas, o que geralmente é mais que suficiente para até que você consiga uma tomada, eu mesmo embora use notebook quase que o tempo todo tenho acesso fácil a uma tomada, geralmente isso é necessário ao acompanhar uma palestra, ou mesmo um ciclo de palestras em um evento e seguindo a tendência, você não consegue trocar a bateria, isso deixa o aparelho mais compacto.

IMG_0509

Slot para Cartão de memória e apenas um conector para microfone e foninho, ou seja, o mesmo dos seu aparelhos celulares. Tem Saída HDMI que da para você ligar a sua TV e utiliza-lo como central multimídia, essa era uma funcionalidade que eu gostaria de ter testado, por isso não sei dizer se ele consegue rodar fluído um vídeo FullHD.IMG_0508Comfesso que fiquei satisfeito com o desempenho do modelo, ele atende bem ao que propõe, que seria você pode navegar, editar documentos no google drive, na verdade tudo o que é ofertado na chrome store, funciona fluído e vi que tem a possibilidade também de instalação de software que não rodem no Browser, infelizmente não deu para testar essa possibilidade, também.

A promessa que você não terá problemas como a vasta gama de programas maliciosos hoje disponível para o Windows é devido ao fato do Sistema Operacional ser uma versão da Google do GNU/Linux o ChromeBook e como o processador é da própria Samsung Exynos 5 Dual (1.7GHz, 1MB L2 Cache), 2 Gigas de RAM, nem pensar de ir correndo atras do seu sobrinho maroto para instalar o bom (pra quem gosta) e velho Windows XP, na verdade até pode pensar, só que a princípio não vai funcionar :D, precisaria de um distro do Windows Embedded, mais isso é assunto para um próximo post.

Deu uma leve engasgada no touch pad, a referencia que eu tenho de fluidez de touch pad é a do Macbook ( ta bom eu já tive um Dell guerreiro Vostro 1000, ainda tenho na verdade), e tem um funcionamento parecido, não tem 2 botões só a area de toque e com um dedo é o clique normal, com 2 botão auxiliar e também a rolagem funciona com os dois dedos que qualquer área do touch pad.

Eu gostaria de passar uma semana com uma máquina dessa para dar um opinião mais “abalizada”( palavra bunita rapaz) sendo assim é o que da pra dizer nas primeiras impressões, as lojas da Samsung nessa primeira leva terão um estoque mega limitado, então se você deseja adquirir um, dia 15 corra logo para uma dessas lojas em um shopping mais perto de você, a informação que temos é que não passa de 5 exemplares para cada ponto de venda, pra mim pelo preço compraria um sim pela relação custo benefício, eu tenho filho pequeno que curte jogos, então os onlines ele atenderia bem, uma coisa mais complexa teria ser na minha máquina principal mesmo.

Outro ponto que gostaria de testar é sobre a questão de acessibilidade, ao ligar a primeira vez, vi que tem a opção, posso conjecturar (olha aí outra palavra bunita) é do que conheço do chromevox, ou seja, a um grande potencial aí também nesse quesito.

Espero que tenham gostado e até o próximo post.

PS: Infelizmente 😀 esse não é um post patrocinado.

Lançado o Apache Flex 4.10

setembro 6th, 2013

vitrine-lancado-apache-flex-4-10O Projeto Apache Flex,  desenvolvedores voluntários e todos os envolvidos no desenvolvimento do Framework anunciaram na ultima terça feira ( 3 de setembro de 2013) o lançamento do Apache Flex 4.10.0. Esse lançamento traz diversas melhorias com relação a versões anteriores do Apache Flex e Adobe Flex.

“Nós vemos interesse no desenolvimento aumentando rapidamente. Ele teve mais de meio milhão de visualizações nos último semestre, mais 9 mil downloads do Flex SDK no último trimestre, e por volta de 130 mil visitantes únicos no web site flex.apache.org. Desde o lançamento inicial do Apache Flex no final de 2012 o interesse no projeto vem crescendo constantemente” disse OmPrakash Muppirala, commiter e membro do Apache Flex PMC 

O que há de novo no Apache Flex v4.10.0?

O Apache Flex 4.10.0 SDK permite desenvolvedores de aplicativos a construir expressivas aplicações web e móvel usando leiaute MXML para e Action Script 3, uma linguagem baseada no ECMAScript para script do lado do cliente (client-side script).

A versão contém muitas melhorias que times de desenvolvimento profissionais irão gostar. Isso avança o frame. É verdade que se tornou um dos melhores linguagens multiplataformas para escrever aplicações que foram testadas e compiladas para várias plataformas tecnológicas de um único conjunto de código.

Os destaques do Apache Flex v4.10.0 incluem:

  • Suporte as últimas versões do Flash Player e AIR Runtimes. E ao mesmo tempo, nós temos tornado mais fácil para desenvolvedores que esperavam usufruir das vantagens dos avanços das mais recentes versões do Flash Runtime permitindo escolher a versão durante a instalação. O Apache Flex SDK Installer agora permite os desenvolvedores selecionar várias combinações do Flex SDK, Flash Player e AIR Runtimes. Todas essas configurações são tratadas durante a instalação, então o desenvolvedor pode já começar a programar
  • Melhoras no suporte a antigas versões do Flash Player. Ambientes corporativos tem necesidades mais estritas para atualizar a versão do Flash Player. Por isso nossas melhorias na retrocompatibilidade, esses clientes podem seguramente atualizar a versão do Flex SDK sem forçar a atualização dos Flash Players de seus usuários finais.
  • Adicionado cerca de 15 novos componentes Spark, matendo ou substituindo os análogos mx . O novos componentes garantem que os usuários possam se beneficiar dos avanços feitos na arquitetura Spark no processo de desenvolvimento.
  • Suporte a Telemetria Avançada permitindo desenvolvedores a monitorar suas aplicações para melhora de performance usando Adobe Scout.
  • Melhor localização para múltiplas línguas. Flex 4.10.0 é melhor agora ao tentar fazer aplicativos para múltiplos países e línguas.
  • Melhor suporte “internacional” para a formatação de datas, validações e o nos componentes DateField e DateChoose.
  • Melhoras na produtividade do desenvolvedor – menos Run Time Errors (RTEs)
  • Suporte a resolução/skn móvel de 480 dpi, o que quer dizer que agora o Flex SDK pode agora aponta para dispositivos de alta resolução como iOS Retina, etc.

O download do Código Fonte do Apache Flex está disponível para download http://flex.apache.org/download-source.html.

Se você é um desenvolvedor e deseja usar o SDK do Apache Flex no seus projetos, é recomenda-se que você instale usando o instalador da IDE do Apache Flex: http://flex.apache.org/installer.html

Quando baixado de um site espelho ( fica esquisito em português né?), lembre-se de verificar o Hash MD5 ou assinatura do arquivo.

Para maiores informações sobre o Apache Flex, visite a Home Page do Projeto: http://flex.apache.org/


Confesso que há muito não ouvia nada sobre o apache flex, e cheguei a advogar contra o Flex apontando frameworks como ExtJS como melhor opção, embora tenha gostado muito de trabalhar com Action Script + Flex por um tempo no passado não muito distante. De uma certa forma é bom saber que o projeto ainda está vivo, pena que não aconteceu o mesmo como Google Wave.

Links: